Em 05.02.2013 Júlio Cezar Costa, coronel PM reformado, ofereceu queixa-crime contra Jureth Moraes Cunha, Auditora da Receita Federal, pelo cometimento do delito descrito no art. 139 do Código Penal Brasileiro… considerando os termos de depoimento prestado em 14 de fevereiro de 2912 ao Ministério Público do Estado do Espírito Santo.

snapshot 136. 

 Golpe de pirâmide financeira aplicado em diversas cidades do RS, tais como Portão, São Leopoldo, Canoas, Gravataí, Porto Alegre. Membros da Maranata denunciam a enganação e o envolvimento dos pastores Luís Cláudio Prates e Wallace Rozetti. Este golpe da pirâmide financeira atingiu dezenas de crentes que acreditam nesses pastores da Maranata.

É só puxar o fio da meada. Isto precisa de denúncia, ainda que anônima, à autoridade policial ou ao Ministério Público do Estado para as providências cabíveis.

Wallace Rozetti figura entre diversos pastores da Maranata  presos após DENÚNCIA do MP-ES por crimes de  estelionato, formação de quadrilha e duplicata simulada

 

 snapshot 137. Em 05.02.2013 Júlio Cezar Costa, coronel PM reformado, ofereceu queixa-crime contra Jureth Moraes Cunha, Auditora da Receita Federal, pelo cometimento do delito descrito no art. 139 do Código Penal Brasileiro… considerando os termos de depoimento prestado em 14 de fevereiro de 2912 ao Ministério Público do Estado do Espírito Santo. Ele arrolou testemunhas: Nilson Pinho Ladeira, Idelson Rodrigues, Lacione Dias, Valdívio Almeida Junior. A petição é assinada por ele e por Tatiana Costa Jardin, advogada.

Basta ler o Termo de Declaração de Jureth Moraes Cunha no GETPOT (fls. 17-23) para perceber que ela apenas elucida fatos sem o desejo/intenção de ofender o querelante. Este procedimento era sigiloso mas tornou-se público em 27/11/12.

Deste Termo o Querelante extraiu o que entendeu difamação:

“que Júlio persuadiu e convenceu a todos de que, na sua gestão na Polícia, se deparou e desvendou irregularidades, passando a ser perseguido por sua integridade e conhecimento dos fatos; que toda ICM acreditou na versão de Júlio e hipotecou solidariedade ao mesmo; que ao assumir a defesa de Julio e passar a conhecer a realidade dos fatos e real postura do mesmo o caso, Mário passou a se desentender com o mesmo, sendo que a declarante presenciou uma discussão entre os dois na casa de Mário, presentes o pastor Nilson Ladeira e outro pastor de cujo nome não se recorda, sendo este o estopim para o racha definitivo entre os dois; que a declarante repreendeu o pastor Júlio e acredita que sua postura e conduta não condizem com a de um pastor e líder de uma igreja como a Maranata; que foi uma decepção muito grande para seu irmão Mario Moraes; que o pastor Julio passou a perseguir Mario Moraes e hoje vive a buscar qualquer coisa para incriminá-lo; que pastor Júlio não pagou um centavo sequer dos serviços advocatícios prestados por Mario”.

Em judicioso Parecer o Órgão do MP-ES, atuando no Juizado na qualidade de custus legis, pugnou pela rejeição da queixa-crime, ante a atipicidade da conduta da querelada Jureth Moraes Cunha.

Inexistindo animus diffamandi, em r. Sentença de 26.07.13 o juiz reconheceu a atipicidade da suposta difamação e rejeitou a queixa-crime.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/09/snapshot-news-iv/#more-5292

 

Advertisements

Irmãos que estiveram presentes no 5º período no Maanaim de Queluz contam que o Pr. Maurílio disse aos presentes: – não conversem com os que saíram da igreja, pois, o Espírito Santo não habita mais em seus corações.

 snapshot 132. 

As maranacutaias palacianas continuam.

Crente bom é icemista [ic(e)m+ista – designando membros da ICM-PES] cego, formatado, iludido, mudo, obediente e surdo. Facilmente instigado às constantes convocações nos encontros nos Maanain’s e pagando seguro. Ignorante quanto à finalidade deste estipêndio e sem nunca ser instruindo quanto à apólice e seguradora.Em artigos e insistentes postagens registramos protestos sobre esse assunto.

Nada de respostas.

Os negócios nebulosos correm soltos.

Pouca-vergonha!!!

A Maranata entrou em um beco sem saída, graças às manobras e maranacutaias palacianas doVPC da SOC.

Além do ex-secretário Anselmo Tozi e a pessoa jurídica da Fundação Manoel dos Passos Barros, foram denunciados ex-conselheiros da entidade (Marildo Pagotto Cozer, Gilberto Ribeiro dos Santos, Marco Antônio Lopes Olsen, Luiz Eugênio do Rosário Santos, Marcos Motta Ferreira, Antonio Tarcísio Corrêa de Mello e Renato Duguay Siqueira) e a ex-subsecretária de Saúde, Maria de Lourdes Soares – esta que teria sido responsável pela aprovação de uma das contas prestadas pela fundação. Mais denúncias envolvendo pastores da Maranata.

A dinheirama das ofertas voluntárias do mês de outubro de 1986 foi parar em contas bancárias de: Altair Cabral, Antônio Carlos Peixoto, Élcio Conrado Ramos, Gerson Beluci Miguel, José Robson de Santana Baeta, Mauro Teixeira Nunes e Otávio Oliveira de Souza; mas o coletado na Grande Vitória foi entregue – em mãos – na sede do Presbitério. CAIXA DOIS!!! A Maranata e a arte da avareza dos fariseus. Coisas da banda podre.

“Fico observando e lendo as reportagens e vejo que o MP-ES e a Polícia Federal deveria sim fazer uma investigação mais detalhada em todas as sedes estaduais porque creio eu que se houve todo isso na Matriz que dirá nas filiais ou seja o MP-Federal deveria entrar nisso a nível federal e trazer a tona toda a sujeira escondida atrás do nome da igreja e com tudo isso Deus os trará a juízo todos os envolvidos por terem sacrificado a vida de muitas ovelhas em seus banquetes, de terem manchado o evangelho, e matando a fé e a salvação de muitos.”

A ação estupefaciente e falaz manipulou os beatos e bobos da corte com o falso profetismo e cada formatado adquiriu a mentalidade de Obra sem que jamais conseguissem ver a realidade A OBRA mas agem como servos da Obra  e assim gostam de ser considerados. Conduta inconsciente.Freud explica.

A ardilosa linguagem do não-pensamento  (LNP)  influiu de forma a introjetar a ideologia Obra como forma de vida. Aquele que começa a despertar do estupor do gedeltismo logo percebe que a noite já chegou para os icemistas.

Depois de tudo que já foi denunciado e provado eles ainda acham que o Espírito Santo é propriedade da ICM-PES e continua habitando em meio a essa podridão. Nessa fábrica de meia-solas saem ungidos com a capacidade de impor obediência ao gedeltismo e oferecer resistência ao Espírito de Cristo Jesus .

Irmãos que estiveram presentes no 5º período no Maanaim de Queluz contam que o Pr. Maurílio disse aos presentes: – não conversem com os que saíram da igreja, pois, o Espírito Santo não habita mais em seus corações.

Meia-solas que se prezam carregam a mesma carga de ódio e preconceito religioso que o pai deles.

fanático instigado pelo ódio religioso é muito perigoso.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/09/snapshot-news-iv/#more-5292

 

Do palácio da rainha desfigurada Gedelti Gueiros conseguiu impor o deus dele: abandonou as Escrituras Sagradas.

snapshot 130.

 A Maranata é uma empresa e o dono dela é Gedelti. Bradava o coronel PM reformado Julio César, de cima do trio elétrico na frente da sede da ICM-PES, logo após sua exoneração do cargo de interventor. Discurso inflamado de empáfia e ódio religioso (dias atrás ele fora intimado da pesada sentença pela Justiça Federal). Disfarces, exibição e hipocrisia.

Em cada unidade local da ICM-PES existe a miniatura do VPC (leia-se: vértice da pirâmide do crime, assim o Ministério Público descreve a conduta de Gedelti Gueiros em denúncia de 08.05.2013):

Ttodo aquele que diz: estou pastor na Maranata não passa de prisioneiro do sistema.

Cada coordenador, cada diácono, ungido (sic) ou obreiro obediente ao gedeltismo reproduz, na íntegra, o comportamento do VPC.

Do palácio da rainha desfigurada Gedelti Gueiros conseguiu impor o deus dele: abandonou as Escrituras Sagradas.

Amealhou fortunas, controlou os negócios nebulosos, dissimulou com meias verdades, ensinou heresias, forçou a barra com demandas judiciais, instigou o ódio religioso, manipulou com o voto de cabresto, negou transparência, passeou no desfile final e em sombras e vitupérios submergiu (quem lê entenda). Maquiar a imagem da Maranata é absolutamente impossível.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/09/snapshot-news-iv/#more-5292

Quem quiser acrescente os nomes dos meia sola.

O meia sola Pr Paulo Braz além de agiota e safado, vende carro, alterando a km para dizer que o carro rodou pouco.

Na oficina a onde ele leva os carros para fazer esta maracutaia , o dono do estabelecimento ficou surpreso ao saber que ele era pastor.

Isto é crime, coisa de bandido, ninguém sabe como um guarda de segurança de banco consegui dinheiro para comprar tantos carros, tem muito sujeira atrás disso….

Em Belo Horizonte tem um bando de Pastores puxa sacos do gdeltismo e estão impondo terror nos membros:

São eles:

Marcos Campolina

Itamar

Kleber

Fernando

Rodrigo

Quem quiser acrescente os nomes dos meia sola.

 

 

 

Em Minas Gerias tem um meia sola com força, o nome dele é Pastor Jorge Dias. Esse pastor é daqueles filhotes de GG,

Em Minas Gerias tem um  meia sola com força, o nome dele é Pastor  Jorge Dias. Esse pastor é daqueles filhotes de GG,

homem falso, vingativo, faz par perfeito com o Israel, coordenador, do qual é um grande puxa saco.

Ele sempre conta a estória que  dava assistência num hospital psiquiátrico  em Minas, disse e que  depois do culto, ele foi orar por um paciente desse hospital.

Quando ele começou a orar o tal paciente passou a falar com ele “em línguas estranhas” e lhe disse  eu sou seu”deus” eu mesmo q falo contigo e bla, bla, bla

 Depois disso conversando com os obreiros, perguntou-lhes se tinham visto e ouvido o que  havia acontecido.

Eles se espantaram e lhe disseram que  tinham visto o tal pastor com as mãos estendidas falando, mas não viram ninguém com ele .

Precisam de tratamento esses loucos!

 

FARRA NO MANAAIM DE JUIZ DE FORA

 

 

Quando o meia sola Pr Paulo Braz era o responsável pela cozinha, era a farra do boi, nas reuniões de pastores.

os meias sola, sempre tinham um prato diferente, jantares espetaculares,

Feijoada, teve uma vez que o cardápio foi moqueca de peixe regada com azeite de dendê, fora os jantares e almoços no final de ano.

Claro só para eles com grande fartura, preparado pelas irmãos, chefiada pela Rosângela Pedrosa, esposa de outro meia sola,

Teve um diácono que trabalhou na cozinha deste maanaim, ele ficou tão escandalizado com o desperdícios, cada uma que trabalhava na cozinha levando pra casa o que sobra, repartindo entre eles, que ele pediu para sair e logo depois entregou o diaconato e o cabeça disto tudo era o meia sola Paulo Braz com aval da coordenação, e tudo isto com o dizimo da igreja.

Pelo jeito esses manaains são fartos mas somente para os meia solas e chegados, os membros além de dormirem mal naqueles alojamentos, comiam mal , aquele sopão de agua que serviam.

 

 

O PES vai dizer que é revelação, o seu pastor vai dizer que é orientação, mas, na verdade não passa de um jogo de controle da sua mente: A ICM QUER VOCÊ!

A ICM QUER VOCÊ!

A ICM se encaixa no perfil de um grupo controlador. Sua liderança vai negá-lo, mas é verdade – e funciona de várias maneiras sutis.

Não é incomum para um membro buscar uma “confirmação” de seu líder (diácono, pastor, coordenador e pela PES) antes de tomar decisões importantes.

Isso permite que a liderança da igreja influencie os seus membros de acordo com o interesse da mesma.

Por exemplo, se um jovem diácono decide estudar à noite, ele pode se sentir mal por não estar na igreja todos os dias. Mas se ele coloca a atividade da igreja em primeiro lugar , a sua decisão é considerada uma bênção, porque ele colocou o “obra” como uma prioridade em sua vida, mesmo à custa de perda de oportunidades em sua carreira.

Esse tipo de mentalidade dá espaço ao jogo de manipulação com base em falsas premissas, tais como:

1 . O PES sabe melhor. 2 . A decisão é “no corpo” ou em comunhão. 3 . A decisão, que beneficia a “obra”, é sempre a melhor para você. 4 . Você acha que tem o livre-arbítrio, mas na verdade suas decisões são restritas e em submissão aos interesses da “obra”. 5 . O controle sobre os membros está disfarçado/camuflado em forma de “comunhão no corpo”. 6 . O PES tem as melhores intenções a seu respeito (sério!)

Assim, muitos se imaginam os verdadeiros “valentes de Davi”, e que fazem parte da mais profunda experiência cristã.

No entanto, estas regras não são evidentes à primeira vista. Pois quando você começa a frequentar a ICM, você recebe muita atenção.

Você se torna consciente das “vantagens do corpo” … uma ovelha pode se desgarrar do rebanho, mas nunca o PES … você se torna um companheiro… um de nós… homem de valor … servo fiel… devedor… etc.

Seu crescimento espiritual, no entanto, é restrito e controlado por ensinamentos que o seduzem para este tipo de mentalidade formatada.

Quando você percebe, você está jogando pelas suas regras :

– Um tempo considerável em sua programação é dedicada à obra. – Você começa a pedir aconselhamento / orientação aos seus “superiores” (diáconos, pastores e PES). – Você se envolve mais e mais até ficar sobrecarregado com reuniões intermináveis ​​e sem tempo para a família e sua carreira, mas você entende que esse é o preço que você tem que “pagar” para ser um servo fiel no Trabalho. – Por um lado, o pastor / PES espera que você seja totalmente transparente, por outro lado… (sem comentários) – Você tem que colocar a sua confiança neles, caso contrário … (eles nunca mentem) – O pecado torna-se igual a qualquer violação dessas regras – a discriminação torna-se uma realidade, caso você não siga a agenda oculta embutida no “projeto”.

Além disso, para subir na ICM, tudo que você tem a fazer é: nunca desafiar o PES, obedecer suas orientações, aceitar o seu discernimento e nunca perguntar nada… apenas engolir suas orientações à portas fechadas e você vai ficar bem.

A priori, tudo faz sentido, afinal, a comunhão deve ser o segredo de boas decisões, certo? Errado.

Cuidado com o jogo do controle mental!

Você precisa estar ciente.

O PES vai dizer que é revelação, o seu pastor vai dizer que é orientação, mas, na verdade não passa de um jogo de controle da sua mente: A ICM QUER VOCÊ!

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/09/a-iniquidade-dois-pesos-e-duas-medidas/#comment-11928