Agora o cabra esta sendo procurando pelo FBI

71f3f59022422208ed72f95e36f0dcb7

http://www.eternyonfraude.blogspot.com.br/2014/05/nao-sei-onde-vai-parar-este-negocio-de.html

Um ex diácono obratico que levou vários outros membros a entrarem nessa Telex Free, Bboom, depois se mandou da oubra e hoje esta ai sendo procurado pelo FBI.
Fora que tem gente querendo a cabeça do cabra.
Agora que deixou as pessoas em ma situação se mandou, eita povo sem vergonha.

Com quem sera que aprenderam essas patifarias?

Na foto abaixo, com os principais Lideres da empresa ETERNYON, e logo ao centro, de Camisa Polo Amarela, é Daniel Vieira Costa,nomeado como Diretor de Marketing da empresa.

Esse Daniel Costa  é o filho daquele pastor Adilson Costa, que voltou pra icm epara o PES, que trabalha com Mmn da herbalife, bbom, eternyon dentre outros.

 

 

 

Advertisements

3 thoughts on “Agora o cabra esta sendo procurando pelo FBI

  1. Fred says:

    esse pessoal já gosta de ganhar uma grana fácil……na epoca que o herbalife tava bombando, adilson e familia viviam fazendo reuniões em casa e chamando membros da icm……lá eles seduziam os membros exibindo os cheques q recebiam…..tinha até um teatro com uma pessoa que contando sua “experiencia” com o herbalife começava a chorar dizendo q os produtos salvaram a vida dela…..depois que o pes pegou a casa deles logo se mudou pra um ap de frente pro mar…….daniel desfilava de mercedes…….depois foram pro tal do bbom….enfim. gostam de dim dim facil….

  2. Fred says:

    Olá Cavaleira
    Dando uma vasculhada no site do TJ, achei um processo movido por uma empresa de turismo contra o maanaim. A Mais Tour Turismo. Ela é mais uma das empresas que forneceu NFs frias ao PES.
    Depois do ocorrido o PES processou essa empresa. Então como uma forma, digamos, de se vingar, a Mais Tour entrou com um processo contra o PES, reivindicando receber os valores referentes as notas frias.
    Mais uma vez o PES tomou ferro. No depoimento o Antonio Kaká admitiu que as notas eram frias. E isso deixou o juiz meio, perturbado…..rs
    Veja o que ele disse no seu parecer:
    “Por fim, a suposta declaração (fl. 133) prestada pelo Sr. Antonio Carlos de Oliveira, representante legal da empresa requerente, no sentido de que seriam as notas fiscais frias, produzidas a fim de “mascarar” atividades ilícitas, não possui qualquer força probante. Cuida-se de mero indício de prova, incapaz de comprovar qualquer fato ali declarado. Explico. Em primeiro lugar, aparenta curioso o fato de que, tratando-se de confissão de prática de ilícito penal, não tenha a instituição vítima (como pretende levar a crer) adotado qualquer providência criminal desde aquela data (2011), não havendo nos autos qualquer documento que ateste ter a Igreja buscado a devida proteção jurídica, seja com cópia de inquérito policial ou da correspondente ação penal. Não bastasse isso, independente de as declarações ali aferidas retratarem ou não a realidade, o Código de Processo Civil é claro ao dispor, no parágrafo único do art. 368, que a assinatura apostada naquele documento (a propósito, sem reconhecimento de firma) poderia provar a própria declaração, mas nunca o fato declarado. No mais, vejo que o documento de fl. 133 se trata de cópia, desacompanhada do original, em que pese parecer que a Igreja tenha seu porte, já que a folha leva seu timbre e a suposta declaração teria ocorrido dentro de suas dependências físicas e perante sua comissão administrativa.”
    Mais uma prova de que o PES e seus capangas sabiam o que estava acontecendo e nada fizeram pra impedir.
    O número do processo é 0003344-31.2013.8.08.0035

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s