A Mais nova Idolatria

consagracao do institud consagracao

perola11301392_643434932459104_658536387_n

A mais nova dinâmica dos meia solas.Idolatrar ao Líder Primaz dono da oubra .

Deveriam esperar o veio bater as botas para colocar ele num quadro  e colocarem no mural do cantinho do céu dele ,e quando todos passassem ajoelhassem e rezassem a ave maria.

Ainda com direito a nota de convocação ”

Hoje, 22 de maio, às 17h30min. haverá um culto de consagração do Instituto Bíblico que será realizado no auditório do PES. É imprescindível a presença de todos os pastores da Região de Vila Velha. Nota:
Aos que não puderem comparecer de terno, que compareçam como puderem.
F

CASAMENTO DA OBRA, O PASSO A PASSO A SER SEGUIDO

images (1)

ROTEIRO DE CASAMENTO

Este roteiro foi elaborado com o intuito de auxiliar no andamento de um casamento, para tentar minimizar possíveis falhas, fazendo um acompanhamento desde o preparo dos noivos, passando pela arrumação da igreja e terminando com a viagem de núpcias.

ANTES DO CASAMENTO

NOIVOS

Vida espiritual dos noivos. ( Pastor ).

Verificar e consultar ao Senhor a data para o evento. ( Pastor ).

Convites: verificar se estão em padrão que não fere a Obra.(Pastor ).

Verificar os padrões do terno e do vestido dos noivos. ( Pastor ).

Os noivos deverão passar pelo grupo de intercessão, para o Senhor dar sinais. ( Pastor ).

O casamento no civil deverá ser acompanhado pela igreja, sempre que possível pelo Pastor, na ausência deste por um Diácono.

Sempre que houver alguma dúvida pessoal, o Pastor e sua esposa, deverão  orientar os noivos, dentro da Palavra.

Onde a noiva irá se arrumar ? ( Pastor ).

A esposa do pastor deverá conversar com a noiva a respeito da maquiagem, que deve ser o mais leve possível.

Haverá festa ? Em caso positivo, fazer as seguintes verificações:

Onde ?

Já alugaram ?

Como será organizada ?

Para quantas pessoas ?

A igreja será convidada ?

Orientar aos noivos quanto ao horário, que deverão chegar à Igreja para não atrasar o culto. ( Pastor ).

Quem vai trazer o noivo ? Tomar cuidado com ímpio, fumante, etc. ( Pastor ).

Quem vai trazer a noiva ? Tomar cuidado com ímpio, fumante, etc.( Pastor ).

Destacar um diácono para recepcionar as pessoas quando chegarem à igreja, conduzindo-as aos seus lugares.( Pastor ).

Destacar uma pessoa, para conduzir os parentes dos noivos aos seus devidos lugares. ( Pastor ).

Destacar uma pessoa , para estar responsável pelas cadeiras dos noivos. ( Pastor ).

LUA DE MEL

O Pastor deverá cuidar dos seguintes pontos:

Onde ?

Já alugaram o local ?

Quando irão ?

Como irão ?

FOTOS E FILMAGENS

r buscados da mesma forma e entregues ao Pastor.

Preparo espiritual:

Pastor: antes do evento jejuar 7 dias.

Igreja: buscar do Senhor a sua vontade;

Noivos: antes do evento jejuar 7 dias.

Preparação do grupo de louvor. ( Pastor ).

Arrumação das flores é igual para todos os casamentos. ( Pastor ).

Preparação do som.:

Testar com antecedência de no mínimo 3 dias;

Preparar microfones de pedestal e lapela;

No dia do evento testar todos os equipamentos na parte da manhã.

Pintura: caso necessite de pintura, a mesma deverá ser feita com no mínimo de 2 dias de antecedência, para não haver atropelos de última hora.

Jardim : caso tenha jardim, a poda deverá ser feita com o mínimo uma semana de antecedência, para haver tempo de recuperação das plantas. No dia do evento aguar as plantas somente na parte da manhã. Fica terminantemente proibido aguar na parte da tarde, por motivos óbvios.

LIMPEZA

Destacar algumas pessoas para que estejam na igreja no mínimo umas duas horas antes do evento, para algumas verificações de última hora, tais como:

Banheiros : limpeza e falta de papéis;

Verificar o estado geral da igreja, coisa no chão, etc;

Ligar a bomba para encher as caixas d’água.

DURANTE O EVENTO

Com relação aos noivos:

As alianças vieram ?

Assim que o noivo chegar, que deverá acontecer no máximo meia hora antes, verificar se as alianças vieram, para ter tempo de ação;

O carro da noiva deverá chegar na igreja no máximo 10 minutos antes, para ter tempo para as fotos sem atropelos.

A noiva deverá ser conduzida do carro até à porta da igreja pelo seu pai, ou alguém de sua escolha.

Na porta da igreja, a pessoa que estiver acompanhando a noiva, deverá entregá-la para o noivo.

A noiva deverá estar sempre do lado esquerdo do noivo ( do lado do coração ).

Os noivos deverão ser instruídos para entrarem devagar e sempre sorrindo.

Param de pé diante do púlpito.

Após o clamor, sentam e participam dos louvores e da mensagem;

Ajoelham para imposição de mãos;

Trocam as alianças;

Ficam de pé para a bênção apostólica;

Viram-se para sair, devagar, sempre sorrindo e são acompanhados pelos pais. e familiares.

IGREJA

Dar lugar aos visitantes;

A igreja recebe os noivos de pé;

O grupo de louvor canta para os noivos entrarem;

Um diácono oferece uma coletânea a eles após estarem assentados;

Pastor anuncia o que vai acontecer e o que já aconteceu ( casamento no civil ).

Pastor clama e pede um hino de clamor;

Todos sentam;

Quando da leitura da palavra, um diácono oferece a Bíblia para os noivos e

pega com bastante cuidado a coletânea, que está com eles;

A mensagem é curta e objetiva;

Ao término da mensagem, os noivos se ajoelham;

Para a imposição de mãos, colocar a igreja de pé;

Após a Bênção Apostólica, a igreja permanece assentada e faz o culto profético

APÓS O CULTO

Os noivos:

Os noivos se dirigirão a um local pré-estabelecido, para receberem os cumprimentos;

Prever um segundo local, em caso de chuva;

Os noivos após os cumprimentos, ficam à vontade para tirarem as fotos;

Previamente deverá ter uma pessoa para conduzi-los ao local da recepção, ou para onde se dirigirão, de preferência aquele que trouxe a noiva.

IGREJA

A igreja aguarda os familiares cumprimentarem primeiro e o faz depois;

A igreja permanecerá em ordem e em silêncio;

Não é permitido tirar as flores dos bancos.

DIVERSOS

01 – Neste dia, invariavelmente, o culto e o louvor serão feitos pelo Pastor da igreja, ou, na ausência deste, por um Pastor da Obra, previamente convidado;

02 – É preciso dar uma palavra pessoal ao fotógrafo e ao filmador ( Pastor ).

03 – O pastor deve ter cuidado na troca das alianças, para não ficar na frente do fotógrafo e filmador;

04 – O Pastor convida os familiares a saírem após os noivos.

05 – O Pastor não deverá ler os sinais, mas sim incluí-los na mensagem de modo sábio;

06 – O Pastor, após a Bênção Apostólica deverá informar à igreja, que estamos em condição de atender e orar por todos, bastando permanecer mais um pouco no seu lugar;

07 – Pastor, diáconos e obreiros se dividem para tomar conta da igreja;

08 – Diáconos e obreiros deverão estar atentos aos fumantes, etc.

09 – Diáconos e obreiros deverão permanecer na igreja até o último visitante sair;

10 – Formar uma equipe para tomar conta dos carros dos visitantes. Esta equipe deverá jejuar 7 dias antes do evento;

11 – Os hinos devem ser buscados com antecedência pelo Pastor e noiva, e deverão ser impressos em folhas separadas para serem oferecidas aos visitantes.

O desafio é ajudá-los a aplicarem a doutrina da Obra em suas vidas.

images

PALAVRA AOS JOVENS
Provérbios 3: 5, 6

“Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas”.

TEMAS – Principais preocupações e necessidades dos Jovens.

Instrumentalidade (Trabalho para o Senhor);
Lar (Familiares);
Escola / Universidade;
Trabalho;
Constituição do Lar.

1) INSTRUMENTALIDADE (Trabalho para o Senhor)
Todo o Jovem da Igreja deve sentir e conhecer:

A alegria do Espírito (que o mundo não dá);
Os benefícios e vantagens de estar na Casa do Pai todos os dias (as alegrias da Casa do Pai: anel, vestes, sandálias, bezerro cevado – Festa);
A Herança (ser herdeiro da Vida Eterna);
Ter o Senhor Jesus como seu melhor amigo;
Viver no Corpo (andar na revelação).

Obs.: O trabalho para o Senhor garante ao jovem o equilíbrio entre a vida secular e a vida espiritual. O trabalho para o Senhor torna o jovem participante na igreja.

2) LAR (Familiares)

Os Jovens precisam saber da necessidade de:
Respeitar seus pais (descrentes ou não);
Ter um bom testemunho dentro de casa (no falar e no agir);
Ter cuidado com os programas de televisão;
Ter cuidado com determinados artigos de revistas;
Não abrir segredos da Obra para pais ou parentes descrentes;
Não criticar ou apontar defeitos dos irmãos da igreja com a família (ter respostas sábias quando o inverso acontecer).
Obs.: Não descuidar do Culto no Lar, mesmo estando sozinho em seu quarto.

3) ESCOLA / UNIVERSIDADE

Os Jovens devem estar preparados para:
O relacionamento com os colegas (enfrentar perseguições, convites, etc.). Os convites mais comuns nas escolas são: festas, frequentar lugares da moda, participar de excursões da escola e experimentar coisas proibidas;
O relacionamento com seus professores (devem estar prontos para enfrentar possíveis provocações, ameaças, constrangimentos na frente dos colegas e, até mesmo seduções);
Não serem levados pelas dúvidas geradas pelas demonstrações de sabedoria humana e argumentos inteligentes dos professores;
Em consequência não devem se angustiar com a necessidade de estudar temas filosóficos, históricos ou científicos que firam a Palavra de Deus;
Não entrarem em discussões polêmicas vãs, especialmente assuntos relativos a religião (cuidado com a postura equivocada dos colegas evangélicos religiosos, e com a atuação ostensiva em sala de aula de colegas e professores espíritas e carismáticos);
Devem lembrar que, mesmo calados ou quietos (ou exatamente por esta razão) são luzes nas trevas, e que todos (inclusive professores), estarão sempre atentos às suas qualidades e respostas;
Não serem participantes de conversas tolas ou assuntos maliciosos, especialmente assuntos que estão na moda ou fatos que foram divulgados na mídia e que todos comentam e fazem piadas;
Devem perceber que a alegria de seus colegas ímpios (que querem demonstrar que são jovens e estão aproveitando a vida) é aparente e oculta necessidades e angústias graves;
Devem saber que, no momento certo, os seus testemunhos nas escolas e faculdades darão frutos.
Obs.: Segunda-feira costuma ser um dia difícil para alguns jovens, principalmente para os novos convertidos, pois toda a turma foi ao show ou esteve no lugar da moda no final de semana…

4) TRABALHO

Os jovens devem estar atentos para:
Armadilhas profissionais (mentiras, propostas de sucesso rápido);
Não participarem de atividades que não agradam ao Senhor com medo de ficarem para trás profissionalmente;
Sentimento de Vaidade e de Poder (colocar o sucesso profissional acima da bênção do Senhor);
Tomar decisões sem consultar o Senhor;
Testemunho no ambiente de trabalho e em atividades extras exigidas pela profissão: inaugurações,
recepções, aniversários de chefes ou colegas, coquetéis, congressos, cursos, etc.;
Despreparo para exercerem funções de destaque antes da hora, nas quais serão facilmente derrubados.
Obs.: Os Jovens devem conhecer as experiências de vitórias no trabalho de outros servos.

5) CONSTITUIÇÃO DO LAR

Namoro e casamento não devem ser a principal preocupação dos Jovens;
Os Jovens devem buscar o equilíbrio e alcançar a vitória contra a carne;
Os Jovens, em sua maioria, preocupam-se apenas com o ato do casamento. Devem entender que a relação marido/mulher é um processo contínuo (o casamento não é um ponto de chegada, mas um ponto de partida para uma nova e longa etapa da vida adulta);
Os Jovens devem procurar observar as características e comportamentos espirituais de seus candidatos a maridos ou esposas.
Obs.: Os Jovens devem entender a necessidade de obedecer e a paciência de alcançar o propósito do Senhor para suas vidas.

SERVOS QUE SE CONVERTEM JOVENS
Os jovens, de modo geral, gostam e precisam de se identificarem com os grupos de jovens da igreja para conversarem, contarem suas experiências, sentarem juntos no culto, etc… Os jovens não sofrem tanto quanto as crianças, e especialmente os adolescentes, ao serem discriminados por outros jovens, entretanto, ainda não são plenamente adultos e a necessidade de identificação e aceitação pelos grupos de jovens é um fator de luta espiritual para eles – o que não acontece com uma senhora com marido, filhos ou netos, que se convertem, por exemplo.
Os jovens sofrem com a perda ou necessidade de se afastarem das antigas amizades do mundo, às vezes do melhor amigo – até descobrirem quem é o “Melhor Amigo”. Como consequência, especialmente no início da caminhada, sentem uma profunda solidão, muitas vezes agravada pela incompreensão dos pais. O inimigo tentará, deste modo atingi-los, insistindo em convencê-los de que tiveram perdas ao se tornarem crentes: perda dos amigos ou daquilo que deixaram de fazer ou participar na condição de jovens.
Os que se convertem e ainda não amadureceram ou não tiveram experiências profundas com o Senhor, geralmente começam a observar e a se preocupar com defeitos de comportamento e postura de outros jovens, ou ainda reclamam a falta de atenção dos diáconos e outros irmãos – ainda não convenceram o mundo. Necessitam de um constante e paciente acompanhamento inicial, pois o número de dúvidas e conflitos interiores é enorme. São marcados com experiências com o pecado do mundo.
Ao tomarem consciência do pecado, às vezes têm comportamentos ou assumem posições radicais ou pouco sábias e, portanto, devem ser ajudados a alcançarem uma vida espiritual equilibrada. Ao se converterem, muitas vezes se precipitam no falar ou no agir com os colegas na escola ou no trabalho, e também com os familiares. Por outro lado, percebem, no decorrer do processo de santificação, as diferenças concretas entre a vida de um jovem no mundo e a vida de um jovem na presença do Senhor, pois têm parâmetros para comparar a nova vida com as situações que viveram anteriormente. São por esta razão, mais preparados para receberem determinados laços ou armadilhas – se um ambiente aparentemente inocente, não está bom, por exemplo.
Quando são os primeiros a se converterem no lar, têm lutas com os pais e irmãos que usam vários argumentos e ameaças para tornar a levá-los para o mundo. Geralmente vivem em lares com sérios problemas – pais com vícios, brigas, desajustes, libertinagens, etc. Valorizam a participação nos serviços na casa do Senhor, entretanto, alguns correm o risco de querer logo aparecer na igreja. Muitos têm pressa em obter os dons, sem se preocuparem com o aperfeiçoamento da vida espiritual como um todo.
Os rapazes que se convertem ficam muitas vezes confusos com o mal comportamento de algumas moças. As moças que antes tiveram namorados, sofrem com a longa espera do escolhido. Se o namoro ou o casamento forem as principais preocupações destes jovens, certamente sairão da igreja ou viverão como religiosos, e a igreja será como um clube, como um ponto de encontro social para esperar marido ou encontrar namorada.
Obs.: Apesar de todas estas dificuldades, quando realmente abrem seus corações para deixarem o Espírito Santo agir, tornam-se servos e servas definidos, evangelistas sensíveis às dificuldades de outros jovens.
Os grupos de assistência devem interceder e acompanhar constantemente estes jovens. Devem ajudá-los a obterem vitórias e a enxergarem os ganhos de uma vida na presença do Senhor.
A igreja também é a família destes jovens. Os irmãos adultos não precisam ser “moderninhos” para alcançarem e ajudarem estes jovens – o mundo já é assim, este é o engano das religiões. O que eles precisam é do conhecimento pessoal da Palavra, da direção do Espírito nas suas vidas e das experiências de fé. Os irmãos adultos devem ter firmeza e autoridade, coerência na ajuda, o que os jovens não vão encontrar em casa, no trabalho ou nas escolas.

O desafio é ajudá-los a aplicarem a doutrina da Obra em suas vidas.

Tribunal de Justiça mantém bloqueio de bens do ex-secretário de Saúde

Em dezembro passado, o desembargador Paulo Roberto Luppi já havia rejeitado o pedido de efeito suspensivo da decisão de 1º grau, em denúncia ajuizada pelo Ministério Público. Na ocasião, o juízo da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual vislumbrou a existência de indícios de irregularidades em convênios entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e a fundação ligada à Igreja Maranata. A promotoria apontou desvio de finalidade nos repasses em até R$ 762 mil, entre os anos de 2004 e 2008.

Na denúncia inicial, o MPES narra que os recursos públicos que seriam destinados a investimentos em projetos na área de saúde acabaram sendo utilizados de forma irregular no pagamento de despesas regulares da entidade. A promotora de Justiça, Patrícia Calmon Rangel, que assina a ação, cita que as irregularidades foram detectadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), mas foram omitidas pela cúpula da Sesa durante a aprovação das prestações de contas dos convênios. No período da gestão passada, o governo estadual repassou R$ 1,9 milhão à fundação por meio de emendas parlamentares.

http://seculodiario.com.br/22833/9/tribunal-de-justica-mantem-bloqueio-de-bens-do-ex-secretario-de-saude-1

OU vão ter que estabelecer um segundo presbitério ou vai trabalhar com os ladrões do Brasil.

nazismo (6)

Essa guerra religiosa que se instalou na casinha de tijolos do papa da obra vai render muito ainda.

Tiveram uma reunião na igreja de Marlborough Massaschusett para falar dos negócios da firma.

Mas  contam meias verdades,colocando a culpa nos pastores americanos, a turma de Bostom  é extremamente pro-presbitério brasileiro.

O povo Brasileiro que mora em Boston  esta numa situação muito delicada  porque  não querem sair da igreja mas  querem também o presbitério americano. Que confusão esses lideres malucos fizeram na cabeça dos membros.

Mas também não tiro a razão dos irmãos, porque os pastores Americanos que estão fazendo esse raxa são doidinhos de pedra. Eles são estilo nazistas .

Tipo pastores nazistas, mas esperar o que? se aprenderam todas as técnicas com os caras gestores do Brasil.

Sao do tipo assim se for acabar com a raça das ovelhas tem que acabar com a raça dos cabeções tambem, entao meu amigo vai continuar a mesma coisa.

Tem pastor presidente que ate existem boatos que bate na mulher, tudo estilo meia sola Brasileiro! Uns caras veteranos de guerra que volta doidão da cabeça. A oubra como tem seus doidaos também logo acharam o cara e o encaixaram na lista do perfil que procuravam e tai hoje a doideira que esse sistema esta.

E o pulador de cercas vive por la rondando, tentando trazer de volta quem saiu da oubra, Tudo quadrilha.

Então vamos falar o que acontece agora:

Os pastores novos (americanos) semi-nazistas estão implementando umas regras que não existem na ICM faz muitos anos.

Vamos as normas dos semi nazistas:

Quem é indocumentado não pode subir nos púlpitos mais.

Cultos vão ser todos em inglês.

Sem tradução pra português.

A maioria dos irmãos aqui nessa área não falam inglês e agora Jose? A festa acabou para alguns pois nem todos Brasileiros falam fluentemente Inglês e os cultos serão todos em Inglês. Mas vou te contar heim que povo esquisito esse povo oubratico!

Regime nazista mesmo .

Os pastores americanos não gostam dos brasileiros.

A turma de ladrões que apoiavam os brasileiros  deixavam os cultos ser no estilo do Brasil, entenderam a situação ?

O povo continua doente da cabeça…mas vão ter que sair por falta do opção, mas que farão? Quais opção terão?

OU vão ter que estabelecer um segundo presbitério ou vai trabalhar com os ladrões do Brasil.

Mesmo querendo mudanças , continuam defendendo os ladroes dos dízimos, vai entender?

Mas como nunca olham para o homem não e, podem voltar a hora que quiserem, não duvido de mais nada.

Quero ver no que isso vai dar porque o povo já passou tantos anos subindo nos púlpitos, um deles até chegou virar pastor antes de receber os documentos.

Será que vão ter estômago pra voltar atrás? Será que o amor doentio pela oubra vai aguentar?

Estão numa saia justa.

A SAFADEZA É NO BRASIL TODO….

Os peixes pequenos aprenderam com os peixes grandes do presbitério.

Vejam ai busca e apreensão de veiculo de um filho de pastor da ICM.

O nome do filho do pastor é Lucas Cista Paulino e seu pai se chama Pedro Costa é pastoreia as igrejas de Mazagão e Macapá.. Este pastor costuma exaltar de pulpito este seu filho que é diácono, será que este diácono caloteiro filho do pastor irá para o banco?? TUDO VAGABUNDO CALOTEIRO……

Crime organizado mesmo…..

crime organixado